Equação do Movimento Uniforme

A Equação ou Função Horária do Movimento Uniforme relaciona a posição de um móvel com a sua velocidade e o tempo decorrido: S =  S0 + v.t

Dedução da Equação do MU

Um dos conceitos fundamentais em Cinemática é a velocidade. Conforme já estudado, sabemos que:

v = ΔS/Δt (velocidade é o quociente entre o deslocamento escalar e o tempo decorrido)

v = (S – S0)/(t-t0)

v = (S – S0)/t    [t0 = 0, pois o instante inicial, a origem da contagem do tempo é 0]

v.t = S – S0

Reorganizando os termos, temos a equação do Movimento Uniforme:

S =  S0 + v.t

S é o espaço para um determinado instante t

S0 é o espaço inicial, para o instante t = 0

v é a velocidade escalar instantânea (diferente de zero, pois há movimento)

Importante notar que:

1 – S0 v são constantes

Aplicação – Exemplos

1 – Monte a equação do movimento uniforme para um carro que parte do km 15 de uma estrada, com velocidade igual a 80km/h.

Sabemos que S =  S0 + v.t

Substituindo na equação os dados fornecidos pelo enunciado, temos a equação procurada:

S =  15 80.t

2 – Um corredor parte da posição inicial de uma pista de corrida, a uma velocidade de 22km/h. Qual a função horária que representa o seu movimento?

Observemos que se o corredor parte da posição inicial da pista, sua posição Sé “0” (zero)

Assim, inserindo as informações na equação, temos: S =  0 22.t ⇒ S =  22.t

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *